Venda de empresas, saiba a melhor forma de fazer

Venda de empresas, saiba a melhor forma de fazer

Não Por Jaime

A negociação está presente em todo o processo de venda de empresas. No entanto, muitas vezes é cometido o erro de focalizar insistentemente no preço, esquecendo outras questões para sucesso nos negócios.

Questões a serem negociadas na venda de empresas

O preço é importante, mas você não deve negligenciar outras questões que podem tornar a operação sem sentido, como esclarecer o que está vendendo, quanto você vende o método de pagamento ou o que acontecerá no depois da negociação.

O preço é um aspecto fundamental, mas você também deve considerar a probabilidade de fechar a transação com cada um dos compradores que participam do processo.

Antes de aceitar uma oferta, a capacidade financeira e o histórico de compras de quem faz uma proposta devem ser analisados; as conclusões sobre o comportamento dele em aquisições anteriores são muito úteis ao definir o “roteiro”.

Deve-se ter em mente que, uma vez que a exclusividade tenha sido concedida a um comprador e a aceitação de outra oferta tenha sido comunicada ao restante, será difícil retornar a eles e tentar interessá-los novamente pela empresa.

Defina como será a venda de empresas

Você precisa definir muito bem o que quer vender, não é a mesma coisa vender as ações da empresa como vender seu ativo e passivo.

Há momentos em que vale a pena não vender tudo e ficar com um percentual de ações, é uma boa alternativa, quando possível aplicar. Há casos em que a venda dessa minoria após alguns anos concede ao proprietário uma quantia maior do que a que obteve com a venda da maioria.

O comprador, ao fazer a proposta de preço, também propõe a forma de pagamento da transação, mas às vezes, ele não é capaz de obter financiamento ou não possui liquidez suficiente e pode solicitar que o vendedor financie a operação. Dessa maneira, fará pagando parte do preço em pagamentos diferidos.

Nesse caso, o risco de não poder cumprir o compromisso futuro de pagamento deve ser avaliado e, em qualquer caso, devem ser estabelecidos mecanismos de proteção.

A forma de pagamento atua como um forte fator determinante que pode derrubar a operação, forçando você a aguçar sua inteligência para propor fórmulas viáveis ​​e imaginativas.

Para terminar com esta lista, que não é exaustiva, mas representativa das questões mais comuns, deve-se esclarecer que isso acontecerá com quando não forem estabelecidos um acordo entre o vendedor e o comprador.

Normalmente, o comprador exige um período de permanência por um certo tempo para fazer uma transição ordenada na mudança de papéis, por isso a assinatura de acordos de “não concorrência” também é frequente.

É necessário gerenciar esses fatores, e mais alguns, dominar o ritmo das negociações e fechar o melhor acordo possível torna isso tudo num bom negócio.

Somente empresas lucrativas são capazes de passar, embora também com dificuldades, por anos de recessão econômica e baixo consumo.

A venda de empresas com dívida, principalmente está entre uma das condições comuns que afetam a gestão de empresas ao longo da história, Mas, nesta última, etapa se considerar os pontos acima poderá fazer um bom negócio.

Leia mais artigos em nosso blog.